11 de setembro pra não esquecer.

11 de setembro, dia de repudiar o terrorismo, dia de lembrar-se dos inocentes, inclusive brasileiros, dia de repugnar atitudes bárbaras e irracionais de fundamentalistas.

Mas também é dia de lembrar, que não deve haver dois pesos e duas medidas, que os americanos, pelo menos uma parte deles, pregam os direitos humanos com afinco, mas será que praticam na íntegra? Será que a prisão de Guantánamo em cuba é um exemplo de respeito à dignidade humana? Que o país que mais apoiou as ditaduras militares na América latina parece esquecer suas barbares. Não estou querendo colocar em balança, terrorismo é uma afronta a tudo que acreditamos, mas os Estados Unidos deveriam usar pesos equivalentes para dosar suas atitudes.

O dia 11 deve ser lembrado como mais um marco na história de derramamento de sangue, pois morreram quase 3 mil nos Estados Unidos e outros milhares no oriente médio, inclusive com falsas justificativas como foi o caso da invasão do Iraque.
Lembrar que os Estados Unidos mantêm um embargo econômico, diga-se de passagem, criminoso contra Cuba, e não só isso, pune países que mantenham relação de cordialidade com Cuba. Sem se dar conta que o povo cubano nada tem a ver com conflitos ideológicos.

Sou contra qualquer tipo de terrorismo, inclusive o terrorismo fascista utilizado pelo governo imperialista norte americano.

Comentários

3 Comentários

  1. O impressionante eh q a mídia não conta a outra face desse marco histórico, a face em que evidências técnicas mostram algo mais que terrorismo.

  2. Vale ressaltar também que há indícios que tudo aquilo foi armado pelo governos dos EUA. Se é verdade ou não creio que nunca saberemos, mas existe um falando de uma suposta conspiração americana sobre o 11/9. E mostra várias evidências e argumentos provando isso. Vale a pena assistir:

  3. engraçado que ninguém culpa o EUA por terrorismo né? mesmo que invadam os países dos outros,matem crianças,mulheres,so por causa do petróleo…
    nem todo muçulmano é terrorista.

Leave A Reply